Paulo e Filemom: O escravo fujão (amor e perdão)

Texto Base: Epístola de Filemom

Captação: Entregue uma pedrinha para cada criança. Explique que a pedrinha foi atirada neles por alguém e decidiram guardar a pedra para devolvê-la quando tiverem oportunidade. Deverão ficar com ela nas mãos, não soltar para nada.

Então peça para que realizem atividades diversas como: – bater palmas;
– fazer um coração com os dedos;
– folhear um livro ;

– fazer de conta que estão enviando uma mensagem pelo celular ou fazendo as tarefas da escola, etc.

Então, questione se eles sentiram-se incomodados ao realizar as atividades com a pedrinha na mão. Não teria sido melhor realizar as atividades com as mãos livres? E se a pessoa que atirou nunca mais aparecer?

Agora peçam a eles imaginarem que a pedra é uma ofensa ou mágoa que não foi perdoada por eles.

Questione:
– Uma mágoa, uma ofensa atrapalha a vida de quem a carrega? – O que acontece quando não perdoamos?
– Como e quando perdoar?
– A quem perdoar?

Repita as atividades acima só que agora sem a pedra nas mãos para que percebam a diferença. Explicar que quando liberamos o perdão a alguém nos sentimos livres e mais leves.

Explicação: Paulo era um apóstolo do Senhor Jesus. Apóstolo era um homem escolhido, ensinado e enviado pelo Senhor Jesus para pregar a Palavra de Deus. Paulo era frequentemente preso, pois alegavam que ele desprezava e não cumpria a Lei, e também porque ele anunciava o evangelho ensinando que Jesus era o Rei. A Bíblia relata que foi preso cinco vezes.

Estando preso em Roma Paulo conheceu um escravo fujão. O nome dele era Onésimo. Ele havia fugido do seu patrão que se chamava Filemom, pois ele tinha roubado, provavelmente dinheiro, do seu patrão. Quando Onésimo fez isso aos patrões ainda não era salvo em Jesus.

Olha que interessante (chame atenção das crianças para essa coincidência) Filemom era amigo de Paulo e os dois serviam a Jesus. Justamente aquele homem preso com Paulo tinha fugido da casa de Filemom. Essa coincidência era plano de Deus. Filemom era rico e reunia as pessoas na sua casa para ensinar a Palavra de Deus. Paulo o amava muito e se sentia muito feliz porque seu amigo levava ânimo ao coração dos outros falando do amor de Jesus.

Não demorou muito tempo e mesmo Paulo estando preso falou de Jesus para aquele escravo fujão. Onésimo entregou a vida a Jesus e reconheceu o que ele tinha feito era pecado. Paulo passou a amar Onésimo, pois além de serem irmãos em Cristo, ele ajudava muito Paulo mesmo estando preso também (v. 11). Por este motivo o apóstolo queria que ele ficasse lá em Roma (v.13).

Mas isso não era possível, pois Paulo sabia que, por serem irmãos em Cristo agora, Onésimo tinha que pedir perdão a Filemom pelo mal que ele causou roubando (Pergunte as crianças se elas sabem o que é perdão, depois de ouví-las complete ou reforce o conceito). Para isso ele teria que sair de Roma para encontrar Filemon em outra cidade chamada Colossos (mostre um mapa da época aparecendo a distância entre as cidades). Por isso Paulo escreveu esta carta que estamos estudando hoje . Ele escreveu para que houvesse perdão entre Onésimo, Filemom e sua família, mas também para que todas as pessoas que se reuniam na casa de Filemom aprendessem sobre o amor e perdão.

Ajude as crianças a se colocarem no lugar de Filemom: ele poderia estar chateado e triste com Onésimo. Ele poderia estar bem desconfiado e pensando: “Será que ele não vai roubar outra vez?”; “Os outros podem me achar uma pessoa frouxa se aceitar Onésimo de volta?”; “Se eu perdoá-lo outros funcionários irão me roubar também?”.

Pensem também em como Onésimo estaria se sentindo, o que ele estaria pensando: “Será que meu patrão vai me receber bem?”; “Será que ele vai acreditar que agora sou uma pessoa transformada por Jesus?”; “Será que serei castigado”?

Era uma situação difícil para os dois. Perdoar não é fácil. Independente disso Paulo trabalha o coração de todos advertindo sobre o amor de Jesus e levando- os a lembrarem que agora são uma família. A carta não diz como a história termina, mas sabemos que Paulo, mesmo estando preso, fez o que agrada a Deus.

Implicação: Essa bela carta que Paulo escreveu a Filemom nos mostra que mesmo estando em dificuldades podemos pensar e cuidar de outras pessoas demonstrando amor. Também ressalta a importância de perdoar para dar ânimo, restaurar relacionamento e demonstrar testemunho de um verdadeiro seguidor de Jesus.

Aplicação:

A. Leve as crianças a pensarem em alguém que elas possam fazer uma demonstração de amor. Façam uma filmagem bem bonita e mandem para esta pessoa. Assim como Filemon fazia e assim como Paulo fez da prisão, as crianças podem reanimar o coração de alguém.

B. Lembre-se de alguém que não conhece Jesus. Faça com as crianças uma lista de oração com esses nomes e orem por eles. Se possível também mande uma mensagem ou filmagem para ele.

C. Perguntem às crianças se elas precisam pedir perdão ou perdoar alguém. Orem juntos por essa pessoa e incentivem as crianças, assim que possível, resolverem essa situação assim como Paulo fez com Filemom e Onésimo.

Recursos para auxiliar na contação da história: https://www.freebibleimages.org/illustrations/onesimus/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: