Leitura Bíblica de Natal – Isaías 7.14

“Por isso, o Senhor mesmo lhes dará um sinal. Vejam! A virgem ficará grávida! Ela dará à luz um filho e o chamará de Emanuel.” Isaías 7.14

nativity-mary-mother-of-jesus-baby-jesus-1301892-gallery

Até nós aprendemos muitas coisas sobre o nascimento de Jesus! Já sabemos que ele nasceu em Belém, cidade de Jessé, pai do Rei Davi, da qual Jesus era descendente. Também aprendemos que a mulher teria um filho que pisaria a cabeça da serpente. Contudo, apenas um homem perfeito e sem pecado poderia realizar esta tarefa. Então dessa forma Deus operou algo extraordinário que nunca havia existiu e nunca mais existirá na história da humanidade.

C S Lewis em seu livro ‘Deus no banco dos réus’ descreve essa situação que posteriormente tentaremos traduzir de maneira mais simples para que possamos explicar tal fato aos pequenos.

“Nenhum milagre é, na verdade mais significativo do que este. O que acontece na geração normal? Qual é a função do pai no ato da concepção normal? Uma partícula microscópica de matéria do seu corpo fertiliza a mulher; e, com esta partícula, é possível que sejam transmitidos a cor de seu cabelo, os lábios salientes de seu bisavô, bem como a forma humana em toda a sua complexidade de ossos, fígado, tendões, coração e membros e a forma pré-humana que o embrião recapitulará no útero. Por trás de cada espermatozóide, encontra-se toda a história do universo; nele encerrada, encontra-se uma parte considerável do futuro do mundo. Este é o jeito normal que Deus tem de fazer um homem – um processo que leva séculos, começando na criação da matéria em si e, por fim, restringindo-se a um único segundo e uma única partícula no momento da concepção. E, uma vez mais, os homens confundirão as impressões sensoriais que este ato criativo gera com o ato em si, ou então atribuirão a algum ser finito como Gênio. Em determinado momento, portanto, Deus fez isso de forma direta, instantânea, sem um espermatozóide, sem os milênios de história orgânica por trás deste. Havia, naturalmente, outra razão. Desta vez, ele estava criando não apenas um homem, mas o homem que haveria de ser: o único Homem verdadeiro.” (p.38-39)

C S Lewis quer dizer que o nascimento de Jesus foi algo sobrenatural. Primeiro porque o pecado é transmitido pelo espermatozóide do homem, por isso o nascimento virginal era necessário. Apenas desta forma que poderia ter nascido Jesus, o Homem verdadeiro, sem nenhuma mancha do pecado em sua concepção. Este milagre realizado ali em Maria, aconteceu única e exclusivamente para salvar a mim e a você da condenação eterna do pecado, da total separação de Deus.

Como explicar isso aos pequeninos? Que Jesus nasceria de uma virgem? Independente da idade é muito importante enfatizar que este foi o maior milagre realizado na história da humanidade, pois apenas Jesus nasceu de uma mulher virgem! Após enfatizar isso aos pequenos vale dizer que o fato de Jesus ter nascido de uma virgem fez com que ele não se parecesse em nada com seu pai e nem com sua mãe. Porque é a através da união da semente do papai unida a semente da mamãe que gerará um novo ser pecador. Nós nos parecemos com nossos parentes por conta da união destas sementes. Como não houve uma semente do papai, mas a semente de Deus (perfeita) colocada em Maria que Jesus pode nascer como homem perfeito! Dessa maneira Jesus só poderia se parecer com Deus, Pai.

Jesus, nosso Emanuel, Deus conosco!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: